9 cidades submersas pelo mundo para se encantar

0

Você sabia que existe um conjunto de construções em baixo d’água? Sim, existem cidades submersas e construções isoladas em diversos continentes que vêm sendo descobertas pelo homem em sua curiosidade de entender o mundo.

São muitos os mistérios que ainda movem a humanidade. Como eram as interações sociais nesses lugares quando ainda estavam sobre a terra? Quando e como as construções foram engolidas pelas águas? Algumas respostas são divulgadas por pesquisadores, mas sem dúvida, são muitos os segredos sob os mares.

Conheça 9 cidades e lugares submersos e se você gota de mergulho, vale a pena desbravar esses incríveis pontos do planeta.

1- Canopus, Egito

Estudos indicam que a cidade de Canopus foi afundada por uma grande enchente que ocorreu no rio Nilo. Situada nas proximidades da atual cidade de Alexandria, a segunda mais populosa do país, Canopus esconde algumas relíquias e os santuários de Serápis e Osíris.

2- Pavlopetri, Grécia

Considerada a cidade submersa mais antiga do planeta, Pavlopetri era uma sociedade sobre o solo há mais de 5 mil anos e foi descoberta há menos de meio século. Esse sítio arqueológico, localizado a 4 metros de profundidade, possui ruas, tumbas e ao menos 15 prédios.

3- Shicheng, China

Situada no lago Qiandao, a cidade submersa de Shicheng é parte do que sobrou de uma cidade erguida por volta de 1300 anos atrás e que foi inundada no fim da década de 1950. Hoje é uma das principais atrações do lago.

4- Heracleion, Egito

Descoberta há menos de 20 anos pelo arqueólogo Frank Goddio, Heracleion foi consumida pelas águas do Mar Mediterrâneo há cerca de 1200 anos. Desde sua descoberta, estátuas inteiras, rostos enormes e partes de templos foram encontradas e há mais por vir: especialistas afirmam que são necessários ao menos 2 séculos para desvendar todos os mistérios dessa cidade egípcia.

5- Alexandria, Egito

A antiga Alexandria foi fundada por Alexandre, o Grande em 323 a.C e hoje suas ruínas estão submersas e exploradas desde 1994. Parte de pontes são alguns dos tesouros históricos encontrados por lá.

6- Dwaraka, Índia

Uma das cidades sagradas da Índia, Dwaraka foi a capital do reino de Krishna, que viveu há cerca de 3100 anos antes de Cristo. Após a submersão foram encontradas peças de cerâmica, moedas e ruínas medievais.

7- Prisão subaquática em Rummu, Estônia

Uma prisão localizada em Rummu, cidade da Estônia localizada há 50 quilômetros da capital Tallin, que abrigou presos na década de 1920 e hoje está inundada, é um dos pontos preferidos dos mergulhadores na Europa, não para apreciar corais, rochas exuberantes e a diversificada vida marinha, mas para passar entre as paredes estreitas,  grades e celas e sentir a ambientação claustrofóbica de um complexo prisional.

8- Yonaguni, Japão

No meado da década de 1980, um mergulhador japonês chamado Kihachiro Aratake descobriu incríveis ruínas submersas próximas à ilha de Yonaguni. Há na região, pirâmides de mais de 30 metros de altura, hieróglifos não identificados, esculturas, escadas e estradas de pedra.

Ainda não há comprovação, mas pesquisadores supões que a submersão da área ocorreu há mais de 10 mil anos, ou seja, na última era glacial.

9- Petrolândia, Brasil

Se é difícil viajar para o Egito, Japão ou algum outro pais, não se preocupe, há um lugar do gênero bem especial no Brasil. Em 1988 a cidade de Petrolândia, no sertão pernambucano, foi inundada para a construção de uma hidroelétrica.

Com a redução do volume de água do Lago de Itaparica é possível ver parte da estrutura de uma igreja da velha cidade. E não é só ver: ela já foi cenário para fotos de casamento.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.