Nordlingen: uma cidade dentro de uma cratera

0

Nordlingen é uma cidade da Bavaria, Alemanha, com população em torno de 24 mil habitantes. A cidade fica no meio da Bacia do Ries, uma grande cratera com o diâmetro de 25 quilômetros, que resulta do impacto de um meteorito de aproximadamente 1,5 quilômetros de diâmetro, que atingiu a Terra há 15 milhões de anos.

Foi há 60 anos que surgiram evidencias da verdadeira origem da área onde se localiza a cidade. Durante anos, se acreditou que a depressão rasa na qual a cidade está situada, é uma extinta cratera vulcânica. Até que, em 1960, dois cientistas americanos – Eugene Shoemaker e Edward Chao – provaram que a depressão, era na verdade, causada por impacto de um imenso meteorito.

Ao visitar uma igreja na cidade, Schoemaker teria riscado a parede para ver de que material era feito e se surpreendeu ao descobrir que um tipo de rocha (suevite) muito incomum e que está sempre associada a eventos de impactos de grandes dimensões tinha sido usada na construção. Em 1961 Shoemaker publicou suas descobertas.

Outro aspecto interessante sobre o material utilizado na construção da igreja e casas da cidade, é que contém milhões de pequenos diamantes, com uma média de 0,2 milímetros de espessura, sem valor como pedra preciosa. Tais diamantes são resultado da força do impacto do meteoro sobre um depósito de grafite.

As características no terreno da cidade são especiais, o que fizeram com que as equipes das missões Apolo da Nasa visitassem o local para estudo, para aprender a reconhecer o tipo de rochas que se formam em uma cratera de impacto. Há ainda outra cratera de impacto, chamada Steinheim, com cerca de 3,8 quilômetros de diâmetro, localizada a 42 quilômetros a sudoeste do centro da cratera Ries. Acredita-se que estas duas crateras foram formadas quase simultaneamente pelo impacto de um asteroide binário.

A cidade foi palco de duas batalhas durante a Guerra dos Trinta Anos, entre 1618 e 1648, entre católicos e protestantes. Nordlingen foi uma das principais cidades comerciais da Alemanha, até sua importância diminuir com as batalhas da Guerra dos Trinta Anos. Em 1215, o imperador Frederico II declarou Nordlingen uma Cidade Imperial Livre, tirando-a do poder romano, e assim permaneceu até 1802, quando se tornou parte da atual Bavaria.

Hoje Nordlingn é, junto com Rothenburg ob der Tauber, a única cidade da Alemanha que ainda possui uma muralha completa em torno da cidade. Outro marco da cidade é o campanário de 90 metros de altura chamado “Daniel”, na Igreja de “Saint Georg’s Church’s”.

Pessoas com sobrenome Nordlinger, Noerdlinger ou Nördlingen são descendentes de famílias da cidade.

A cidade foi tantas vezes atacada e incendiada no decorrer da história, que ainda hoje há uma tradição que ocorre todos os dias, onde todas as noites, uma vigia sobe a torre do campanário Daniel, da igreja St. Georg e grita lá do alto, avisando que a cidade está livre de qualquer ameaça.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.