Viva o natal mais mágico de Gramado na Casa da Montanha!

Desta vez vamos contar uma história mágica que acontece numa casa da montanha! Neste lugar o espírito do Natal Reina e torna à todos que ali se encontram parte de um sentimento único de amor ao próximo, compaixão e união.

Tudo começa com a nossa chegada a magnífica cidade de Gramado, Rio Grande do Sul, extasiados já com a decoração encantadora da cidade e com tantas programações lindas para assistir e participar, precisávamos de um lugar para passar a noite e para recuperar nossas energias, foi aí que escolhemos o Hotel Casa da Montanha, na esperança apenas de ter uma estadia tranquila e confortável… Mas o que aconteceu foi bem diferente do que prevíamos…

Ao chegar, fomos surpreendidos pelo tamanho daquele maravilhoso hotel, não dava para chamar nem de hotel, pois toda estrutura daquele belíssimo lugar parecia uma bela e aconchegante casa com um jardim espetacular, carrossel, pássaros cantando, personagens sorridentes , uma graciosa cascata e muito, mas muito verde! Todas laterais eram circuladas por árvores de estilo europeu, que nos faziam até esquecer que estávamos no Brasil!

Nós estávamos com 2 mochilões, uma pasta, e equipamentos fotográficos moderadamente pesados, começamos a subir a pequena entrada do hotel que era muito curta, foi quando de repente vimos uma pessoa que estava regressando à Casa da Montanha, discar um número de uma pequena casinha que havia na calçada do hotel, e de repente um senhor muito simpático desceu com um carrinho todo à caráter natalino e de muito bom humor aguardou a senhora subir no seu transporte e a conduziu até a porta de entrada do recinto. Ficamos boquiabertos com essa recepção e resolvemos testar! Discamos o número e em questão de segundos o senhor desceu rapidamente para nos conduzir, perguntamos seu nome e nos apresentamos, foi aí que conhecemos o Amarildo, um ser humano incrível e muito atencioso com todos os hóspedes!

Assim que entramos na Casa da Montanha, fomos envolvidos pelo cenário da recepção, tudo detalhadamente e harmoniosamente enfeitado com tema natalino! Papai Noel e árvores maiores que nós! Pisca Pisca, pinhas, bolinhas, arbustos, quadros, personagens, almofadas, sofás e cadeiras decoradas com a maior perfeição! Enquanto aguardávamos o recepcionista atender um cliente que estava na nossa frente bisbilhotávamos curiosos os ambientes! E cada vez que dávamos um passo nossos olhos se movimentam na velocidade da luz! Era impossível conseguir observar tudo ao mesmo tempo pois haviam tantos detalhes que nossos corações se amoleciam apreciando cada um deles. A sensação era de ter entrado na casa de nossos avós, parecia que tudo estava no seu devido lugar porque uma pessoa muito querida estava a nossa espera!

Hesitamos dar uns passos a mais e olharmos os ambientes, além da linda sala de recepção, passamos por um maravilhoso corredor onde havia água aromatizada para os hospedes se refrescarem com limão siciliano fresca! Logo adiante estava uma gigante sala, nela havia a decoração mais singela e bela de natal: Uma linda lareira com personagens de um presépio, uma árvore gigante e lindíssima, várias, mas várias mesmo poltronas para descanso e aconchego, piano, vários sofás e mesas com objetos decorativos, no ambiente tocavam musicas envolventes e suaves de temas de natal que te fazia desejar sentar-se ali e esquecer da vida, nós sentíamos uma vontade tremenda de apreciar um bom livro naquele lugar, nos imaginamos várias vezes acordando e seguindo para aquela sala para apreciar sua delicada musica, ler o jornal do dia e fazer amizade com os outros hóspedes e foi exatamente isso que aconteceu quando ficamos lá!

Após espreitar essa sala vi que ela levava para uma outra graciosa sala toda colorida, repleta de pisca pisca no teto, ao entrar nos sentimos como crianças! Lá estava uma poltrona vermelha do bom velhinho, cercada por desenhos infantis que estavam espalhados organizadamente pelo chão e pendurados no teto, de várias crianças que ali estiveram! Na outra metade da sala haviam imponentes quadros, poltronas,  sofás e uma televisão grande, tudo muito convidativo!

Ainda não contendo nossa curiosidade entramos no ambiente mais charmoso da Casa da Montanha! Um belo restaurante com mesas, todas decoradas, circuladas de vidros onde você tinha uma vista privilegiada para a frente do hotel! Era a coisa mais linda e deliciosa sentir a luz natural do céu invadir os vidros e iluminar as mesas e talheres dispostos!

Depois de ter esquecido do tempo, recordamos que tínhamos que voltar a recepção e parar de fotografar o que nossos olhos queriam registrar para sempre! Voltamos a frente e nos identificamos, fomos muito bem atendidos e conhecemos o Rafael, a pessoa do hotel que nos conduziria e tiraria todas nossas dúvidas durante nossa estadia! Após ter se apresentado, Rafael nos conduziu a outro ambiente, com cadeiras e mesas onde ele nos informou que seria nosso café da manhã, também haviam confortáveis poltronas e um bar para quem quisesse degustar bebidas. Neste cenário maravilhoso percebemos que ele também dava de frente para o hotel, fomos até sua janela de vidro para apreciar enquanto o Rafael nos indicava onde ficava cada coisa do ambiente e que serviços ofereciam. Foi quando de repente ele se ausentou por poucos segundos, regressou com a chave do nosso quarto, e fomos surpreendidos com um delicioso champanhe, apenas para os hóspedes do hotel! Aquela champanhe havia sido produzido apenas para 100 garrafas e poucas pessoas teriam a honra de experimentá-lo! Nós ficamos ligeiramente honrados e ficamos extasiados com o sabor da bebida! Dava para perceber que era selecionadíssima, e de muito bom gosto, ela borbulhava e tinha uma fermentação suave e agradável, não era nada enjoativa, pelo contrário, deliciosíssima!

Logo em seguida, após nosso brinde o Rafael nos convidou a conhecermos nosso quarto e nos acompanhou até nosso andar de elevador que era muito espaçoso e ventilado! Assim que chegamos no nosso andar nos sentimos como se tivéssemos em um hotel de filme! O tapete do corredor era lindíssimo e as paredes com madeira marrom escura! Era impossível não se sentir em casa!

O Rafael chegou a porta do nosso quarto e nossos corações aceleraram! Primeiro ele nos mostrou a graciosa chave do quarto que acompanhava um ursinho de pelúcia com um agasalho de natal, coisa mais fofa! E nunca mais esquecerei este número: 222! 3 patinhos na lagoa! Este era o número do quarto que iria nos proporcionar o melhor aconchego das nossas vidas!

O Rafael abriu vagarosamente o quarto e as luzes se acenderam magicamente! Entramos vagarosamente como quem não queria estragar aquela decoração impecável! A primeira coisa que notamos: um perfume deliciosamente predominante em todo ambiente de lavanda, um cheiro que nos remetia a um frescor de nossa casa arrumada! Assim que entramos, adentramos na porta a direita e notamos o banheiro perfeitamente limpo, arrumado, iluminado e graciosamente com tudo ao nosso alcance: toalhas, sabonete, secador de cabelo, toca para cabelo, condicionador, shampoo, loção hidratante, creme para áreas ressecadas, lenços umedecidos, papel higiênico e tolhas extras e roupão! Não tinha nada que não fosse precisarmos, e nem nada faltando!

Eis que andamos até o quarto! Pensem numa cama grande! Pois bem, aumentem mais um pouco! Assim era a nossa cama! Grande, com lençóis e colchas frescas pois fomos em um dia de intenso calor. Sentamos na cama e ela já parecia nos refrescar! Como descobriram o estilo de colcha que gostamos? Sem contar que haviam pantufas para nós que cabiam perfeitamente nos nossos pés! Estes segredos nunca vamos descobrir! Mas de uma coisa temos certeza, o Casa da Montanha é envolvido por uma magia que parece descobrir tudo que você mais gosta, e que já viveu na sua infância, e reproduzir tudo em forma de carinho e zelo para com o hóspede! Tudo parece tanto um sonho e real ao mesmo tempo que você chega a não acreditar! Simplesmente soltamos nossos corpos na cama como quem quisesse sentir um alívio e levitar naquele colchão macio e consistente!

Enquanto admirávamos nosso quarto, o Rafael nos chamou e disse: “aqui tem um presente de boas vindas e algumas cartinhas para vocês lerem!” O presente era nada mais , nada menos do que uvas extremamente doces e recém colhidas, como carinho de mãe, e um gracioso bolinho de chocolate com cobertura e açúcar confeitada no prato que mais parecia neve, simplesmente delicioso e feito unicamente para nós recém chegados! As cartinhas eram de nossa camareira apresentando-se com muito carinho e se disponibilizando para qualquer coisa em um número de telefone. Já a outra carta eram dos Boticários da Montanha, seres encantadores que moram dentro de uma pinha, em um pinheiro no alto da Montanha! Eles se apresentavam e diziam ansiosos com a nossa chegada! Estavam dispostos a nos impressionar com uma aparição surpresa para transmitirem o espírito natalino, nos fazer sorrir e preencher nossas mentes com pensamentos bons e corações com amor! Ficamos curiosos para conhecê-los no café da manhã do dia seguinte, quando eles iriam chegar da sua terra encantada até nós!

Nos despedimos do Rafael e agradecemos por ter nos mostrado todos detalhes que não sabíamos! E enfim fomos tomar um banho! Novamente nos enganamos que seria simplesmente um banho como qualquer outro! Tomamos o banho mais perfumado e com a ducha mais gostosa do mundo! Os shampoos e condicionadores tinham cheiro de montanha, algo que parecia com limão frescos! E o sabonete também, todos aromas se complementavam um ao outro! A ducha fazia com que não quiséssemos sair do box! Era densa e era possível temperar a água como quiséssemos com exatidão ela fica mais fria ou quente!

Assim que terminamos o banho nos secamos com as toalhas grandes e que mais pareciam cobertores de tão secos que nos deixou rapidamente! Colocamos o roupão e não queríamos mais nada! Apenas descansar um pouco e apreciar o quarto!

Abrimos a nossa porta do quarto e apreciamos a chuvinha fraca que caía enquanto estávamos sentados na poltrona que havia no quarto!

Depois de descansarmos um pouco decidimos que era hora de explorar o hotel, nos arrumamos e descemos até o hall da entrada!

Primeira parada: lounge! Desde que chegamos que queríamos ir lá! Uma espécie de varanda coberta com laterais abertas bem no centro do hotel, onde algumas pessoas ficavam conversando e podíamos pegar ar fresco! Foi um dos ambientes que nós mais adoramos! Pois ficava no topo e você poderia tanto olhar para o hotel quanto para seu jardim e ver o movimento de Gramado! Esse lugar devia chamar Beleza! Assim que sentamos nos seus bancos de madeiras com confortáveis e amplas almofadas, percebemos a presença de pequenos cobertores dobrados, como quem dissesse: “se sentires frio, estamos aqui!” Eles pensaram simplesmente em tudo! Garçons frequentavam lá para perguntarem se você desejava algo! Ficamos horas extasiados naquele lugar apenas vivendo o momento! A tempos não fazíamos isso e apreciamos cada sensação que tivemos!

Assim que saímos do lounge e fomos para a sala que continha o bar, uma grande surpresa: A decoração do hotel havia mudado, e estava ainda mais linda! Dá pra acreditar que a cada momento do dia ela estava de uma forma e te surpreendia? Pois bem: era impossível se sentir parte de qualquer rotina, pois tudo era tão perfeito que você nem notava que horas eram! Quando vimos havia anoitecido e o corredor ao invés de ter água aromatizada já estava servindo um delicioso chá! Tudo lá mudava! E era impossível nós não mudarmos também e não sermos invadido por toda aquela hospitalidade e carisma de todos!

Você sabe porque quando cito alguém do hotel, digo seu nome e não seu cargo? Porque essas pessoas da Casa da Montanha não merecem serem reconhecidas por apenas o cargo que ocupam, foram pessoas que nos acompanharam e que fizemos amizade durante o pouco tempo que estivemos ali e que vamos levar para sempre em nossos corações! Você não vai apenas neste hotel para ficar hospedado, você faz amigos que trabalham no hotel e que também estão ali hospedados. Conhecemos muitas pessoas, pegamos contatos, trocamos e-mails e telefones! Tudo é tão propício e acontece tão naturalmente que quando você vê você está sorrindo, conversando sobre seus planos ou seu passado com algum deles. Porque ali nos sentimos todos unos, pessoas que sentem, se emocionam, sonham e desejam tanta coisa! É impossível sair de lá sem amigos!

A noite quando fomos para o quarto dormir depois de muito andar em Gramado, estávamos exaustos! Porém quando chegamos no nosso quarto, surpresaaaa! Tudo arrumado e dois bombons estavam na nossa cama junto com um desejo de boa noite com um recadinho! Coisa mais preciosa! Comemos o saboroso chocolate e nos preparamos para dormir! Parecíamos que estávamos nas nuvens! Em segundos adormecemos! O plano era o seguinte: acordar as 7h da manhã para tomar o café cedo e aproveitar mais coisa! Mas o sono foi tão sublime e intenso que levantamos as 9h, dormimos maravilhosamente bem! Nos arrumamos e fomos tomar o café da manhã!

Quando descemos, fomos muito bem atendidos pela Maura, que perguntou se gostaríamos de aguardar uma mesa fora do restaurante, onde poderíamos apreciar uma vista privilegiada, dissemos que sim, enquanto isso poderíamos ir comendo pães de queijo, frutas ou folheados que se encontravam na mesa de espera pois descemos no horário mais movimentado do dia para pegar a melhor vista. Mas sem sombra de dúvida valeu apena aguardar poucos minutos!

Quando entramos haviam mesas por todos os lados com tudo que você poderia imaginar desde frios, tortas, bolos, pães, cereais, sucos, chás, salames, salsichas, cupcakes, bolinhos, bolos, doces, salgados, rabanadas,mel, leite, café… Eram muitas a opções, muitas mesmo! Você tinha que praticamente pegar um pouquinho de cada para conseguir experimentar tudo! A variedade e sabores eram vastos!

Comemos muito, mas muito bem mesmo! E ainda com uma vista privilegiadíssima!

De repente, uma música e uma voz começou a cantarolar! Eram os Boticários da Montanha! Eles vieram como prometido! Cantaram cantigas e trouxeram boas energias para o nosso café da manhã! Contaram histórias, nos divertirmos e emocionamos! Um verdadeiro espetáculo que mexeu com todos que ali estavam!

Antes de irem embora todos queriam tirar fotos com eles, crianças, idosos, adultos! Nessas horas não existe idade! E nós não ficamos de fora desta de jeito nenhum!

Após o café da manhã, fomos conhecer a piscina, a sauna, a academia, e o ambiente das crianças, tudo estava impecável e tinha tudo, spa, hidromassagem, área externa com bancos e mesas! O Casa da Montanha tem tudo que você precisa e que não precisa, mas que a partir do momento que sabe que tem quer utilizar!

Foi então que tivemos uma ideia: vamos dar uma passeio no centro de Gramado, mas, vamos de bicicleta!!! Sim, o hotel tinha bicicletas disponíveis que eram modelos antigos e com cestinha e flores! Coisa mais linda e nostálgica! Nos sentimos no passado, passeando numa cidade europeia! Foi a melhor sensação do mundo andar por gramado em uma bicicleta que parecia pertencer a algumas décadas atrás! Nos divertimos e aproveitamos bastante!

Era hora de partir… Não queríamos.  Mal tínhamos aproveitado tudo! Havia tanta coisa para experimentarmos ainda. Mas precisávamos. Fomos até o quarto arrumar nossas mochilas, e quando chegamos lá fui surpreendida por um presente do Amarildo que a partir de hoje vou levar sempre na minha mochila: um broche da Casa da Montanha! Fiquei muito feliz! Querendo retribuir todo carinho de todos, resolvemos fazer um bilhetinho para cada um deles agradecendo especificamente! Deixamos nossos contatos e prometemos a cada um manter as amizades e voltarmos! Era inevitável não querer voltar, pois não queríamos nem mesmo partir, havia tanta programação no hotel, um espetáculo de natal, um pianista, a noite de natal, a ceia… Aquele lugar poderia ser nossa casa para sempre!

Quando despedimos sentimos um aperto no peito, então o Rafael chegou com um kit viagem para nós que vinha numa bolsinha linda de natal uma água da Casa da Montanha, barrinha de cereal e uma maçã, nos lembrou aquelas lancheirinhas que nossos pais nos dão para levarmos a escola! Era impossível não se sentir bem cuidados por eles. Simplesmente espetacular, o que era para ser só uma hospedagem, tornou-se muito mais que isso, virou um momento que nunca mais queremos esquecer, resultou em amigos, em prazer, carinho , zelo e cuidados do quais sabemos que podemos contar e confiar! Certamente iremos voltar várias e várias vezes para sentir tudo que sentimos nestes pequenos momentos que passamos juntos! Se tem um lugar no mundo que você deveria ficar em Gramado certamente é o Casa da Montanha. Permita-se sentir essa experiência temos certeza que você não vai se arrepender em nenhum momento e viverá histórias inesquecíveis como a nossa!

Para quem quiser conhecer o Casa da Montanha poderá entrar em contato pelo site ou facebook do hotel e se preparar para se encantar e se surpreender com a magia deste lugar excepcional!

Casa da Montanha
Site: www.casadamontanha.com.br
Endereço: Av. Borges de Medeiros, 3166
Centro, Gramado – RS
CEP: 95670-000

Telefone: +55 (54) 3295-7575

Email: [email protected]

Se você já foi ou pretende ir compartilhe conosco nos comentários! Vai ser um prazer conversarmos!

Até a próxima!

 

academia, amigos, amor, apartamento, arrumado, atendimento, banho, bebida, bem vindo, bicileta, bike, bombom, boticários, brinde, café da manhã, calor, carrosel, carta, casa, casa da montanha, champanhe, charmoso, chave, chocolate, chuva, comemorações, conforto, coração, crianças, decoração, descanso, detalhes, dicas, doce, encanto, espetacular, europa, europeu, família, fantasia, férias, foto, fotografia, frio, Gramado, história, hospedagem, hóspede, hotel, imaginação, impecável, jardim, leitura, limpo, livro, lounge, magia, natal, o que fazer, organizado, papai noel, pensamentos, perfumado, pinheiro, piscina, programação, quadros, quarto, recepção, reino mágico, restaurante, Rio Grande do Sul, rotina, sabores, sala, serviços, sofá, spa, surpresa, turismo, viagem, vista, xelo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Contato Geral:
[email protected]

Contato Publicitário
[email protected]

Developed By Vedrak